Pular para o conteúdo principal

Carlo Ginzburg: o conhecimento histórico frente ao discurso pós-moderno

O presente artigo se propõe a refletir sobre a prática do historiador bem como sobre o papel político da tarefa deste profissional, por meio da leitura dos textos de Carlos Ginzburg, Relações de força: história, retórica e prova e de Gisálio Cerqueira Filho e Gizlene Neder, Emoção e política: (a)ventura e imaginação sociológica para o século XXI. Partimos do pressuposto de que não há como prescindir do aspecto subjetivo na pesquisa. Consideramos também que, da mesma forma, a pesquisa também não pode ser reduzida a este aspecto, pois dessa maneira estaremos caindo no paradoxo do relativismo.

Palavras-chave: História; Carlos Ginzburg; Pós-Modernismo.

Artigo completo

LEMOS, Amarildo Mendes. Carlo Ginzburg: o conhecimento histórico frente ao discurso pós-moderno. Sinais - Revista Eletrônica – Núcleo de Estudos e Pesquisas Indiciárias. vol.2, n.1, junho, 2015. Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, Brasil. ISSN: 1981-3988. 


Comentários